--

5 lições de empreendedorismo com The Bold Type



Comecei a assistir The Bold Type de forma totalmente despretensiosa, ainda não tinha visto nenhum spoiler sobre a série, então, não tinha noção alguma do que viria pela frente. Aos poucos, fui percebendo o quão bem construída a série foi, com elenco, trilha sonora e enredo impecável. Enquanto escrevo esse post, assisto o fim da terceira temporada, e já percebi que existem lições valiosas que podemos tirar da série, portanto, gostaria de compartilha a minha visão sobre The Bold Type.

Em primeiro lugar, a série é um tanto quanto fantasiosa, já que mostra a redação de uma revista que é o sonho de qualquer escritora, mas, conversando com algumas pessoas que já trabalham por trás de uma revista, descobri que tudo é muito utópico: os looks, as festas, a diretora do time que é amiga de todos (Melora Hardin - como Jacqueline Carlyle). Porém, se essa redação realmente existe, eu largo meu home office para trabalhar lá agorinha mesmo. 

As 5 lições de empreendedorismo com The Bold Type:


1 - Seguir a sua intuição é o que mais importa

Desde o começo da série, vemos que Sutton, Kat e Jane sabem exatamente o que elas querem fazer e onde elas desejam chegar. Com o tempo, vão fazendo diversas escolhas diferentes e buscando novos caminhos para seguir, mas sempre com o mesmo foco do inicio. Cada uma delas em uma vocação: escrever e dar voz à outras pessoas através da escrita, usar as mídias sociais para defender causas nobres e dirigir uma moda inclusiva, e elas não param. 

Da mesma forma, a editora chefe da revista, Jacqueline Carlyle, consegue inspirar toda a equipe através do amor que sente pela carreira que construiu. Todas elas seguem sua intuição no trabalho, nos relacionamentos e em todos os âmbitos da vida, e é dessa forma que elas conseguem manter a essência, conservar a identidade e alcançar níveis espetaculares.

Siga a sua intuição e o seu propósito, isso pode te diferenciar e sustentar suas decisões. 

2 - Sair da zona de conforto pode ensinar muita coisa

Mesmo alcançando o sucesso na Scarlet, Jane decide seguir um novo caminho e aceitar a proposta de ir para outra revista. A decisão envolve medo, dúvidas e abrir mão de um cargo sólido, porém, ela aceita o desafio de enxergar um novo horizonte. No fim das contas, o emprego na outra revista não era nada do que ela esperava, e ela tem novamente a coragem de abandonar o trabalho e seguir por outros caminhos que possam agregar conhecimento para a carreira dela. 

As vezes, sair da sua zona de conforto não precisa ser tão radical, mas qualquer decisão diferente pode te ajudar a ampliar os horizontes e crescer muito. Esteja atenta às oportunidades.

3 - Mantenha ao seu lado pessoas que te apoiam nessa jornada

Sutton, Kat e Jane se conhecem justamente em um momento em que uma precisa da ajuda da outra para seguir com os seus sonhos. Durante toda a série elas conhecem diversas pessoas, mas percebem que nem todas merecem seguir ao lado delas, por isso, abrem mão de relacionamentos e amizades que são um obstáculo para a realização do objetivo de cada uma. 

O marido de Jacqueline é um romântico compreensivo, que entende quando ela fura alguns eventos importantes ou um jantar romântico para resolver assuntos da revista.

Quem trabalha de forma autônoma e empreende sabe muito bem que diversas pessoas são um empecilho para a realização dos nossos objetivos, nos puxando para trás o tempo todo. Portanto, se você percebe que alguém mais desestimula do que encoraja, veja se realmente vale a pena manter alguém assim do lado. 

4 - Para ser líder, é preciso encorajar e incentivar 

Jacqueline Carlyle é um grande exemplo de líder. Ela não visa apenas o próprio crescimento, até porque já tem uma carreira de décadas e altamente consolidada, mas busca sempre incentivar todo o time à crescer, sair da zona de conforto, dar um passo a mais. Amar o que faz é uma das coisas que também aprendemos com Jacqueline, é nítido o quanto ela ama o trabalho e consegue abrir mão de outras coisa para manter a Scarlet no topo. 

Portanto, ao alcançar a liderança, lembre-se que não é apenas sobre você, mas que um bom líder consegue incentivar todas as outras pessoas a alcançarem o sucesso também.

5 - Mulheres no controle de suas vidas empoderam outras

É maravilhosoooo ver uma série onde toda a história gira ao redor de mulheres. Mulheres que são múltiplas, diferentes, com pontos fortes e fracos, com sonhos e decepções, com medos, falhas e grandes acertos. Mais do que tudo, vemos claramente que mulheres que estão no controle de suas vidas nos passam uma sensação muito gostosa de empoderamento, de que também podemos, de que somos totalmente capazes de realizar o que queremos, seja lá o que for.

Por isso, mulheres, nós temos a missão de ir atrás do que desejamos e de empoderarmos outras mulheres através das nossas vidas, isso é uma corrente cheia de energia e cheia de poder.

Acho que consegui resumir um pouco do que aprendi com a série sem dar muitos spoilers, não é? Se você ainda não assistiu essa série, eu recomendo muito. Não deixe de seguir meu insta profissional, onde também estou postando sobre isso no feed: @amandaredatora.

Te espero lá! <3


Um comentário:

  1. Conheci esse site essa semana e já estou adorando os conteúdos, são ótimos!

    Parabéns! ��

    Meu Blog: Esther Lemos

    ResponderExcluir