Entrevistei - Camila Vidal


Ela veio abrir uma nova série de postagens diferentes por aqui . Muita gente acompanha o blog para saber mais sobre empreendedorismo, instagram, trabalho físico e online, e por que não trazer aqui pessoas que se destacam nesse meio ?
No primeiro "Entrevistei", vamos falar com Camila Vidal.
A Camila tem 25 anos, ela é empreendedora e trabalha com design e mídias sociais. Hoje, além do seu perfil pessoal @camilavidal, ela possui dois perfis de trabalho e de destaque no instagram. (Sou suspeita para falar, porque sou apaixonada por eles). O @brandingparty, é a agência da Camila, e o @movinggirls um perfil que fala sobre o empreendedorismo feminino, de forma clara e aberta. No primeiro post do Moving Girls ela conta que estava abrindo aquele perfil pois estava deixando o trabalho tradicional para se dedicar exclusivamente ao que ela amava fazer - empreender, e fez o ig para contar os desafios, as alegrias e as aventuras da sua vida como empreendedora. 

Fiz algumas perguntas para a Camila e ela tirou muitas dúvidas de todas as mulheres que empreendem ou querem começar nesse meio. Olha só:

O ig da Moving Girls começou com você contando que havia deixado a empresa tradicional para se dedicar exclusivamente com o seu trabalho em home office. Como você chegou à conclusão que estava na hora de tomar essa decisão?
Na verdade, eu já empreendia a muitos anos antes de largar o emprego convencional, trabalhava ainda aguardando o momento certo que era sempre regado de dúvidas e medo, sempre atrelado a situação financeira. O start que me fez largar de fato o emprego, foi quando durante alguns meses o meu chefe estava atrasando o salário e o que cobriu minhas contas foi o dinheiro do meu negócio. Então me perguntei: o que ainda estou fazendo aqui?


Quando e como o empreendedorismo surgiu para você?

Quando surgiu eu nem sabia que chamava-se empreendedorismo, acho que desde que comecei a ter contato com a internet lá em 2004, eu já sabia que eu queria criar algo incrível. E essa ideia de algo incrível foi se remodelando para ter algo próprio, uma empresa, um lugar onde eu pudesse criar e pudesse ter escolhas e isso foi sendo estruturado até ser rotulado de empreendedorismo.

Como você se organiza para trabalhar em casa? Sei como é complicado criar uma rotina quando trabalhamos por conta própria. Tem alguma dica de como criar uma rotina e não deixar o trabalho tomar conta de todas as horas do nosso dia?

Ainda é difícil ter um dia organizado dessa forma, o meu dia simplesmente é feito de trabalho da hora que acordo até a hora que vou dormir, mas aprendi a criar marcos no meu dia. Se as 18h eu me comprometi em ir a academia, às 18h vou parar qualquer coisa que esteja fazendo e vou!

Você criou a Branding Party, uma agência de consultoria que cuida do branding, mídias sociais, produção fotográfica e consultoria. Como surgiu a Branding Party ?

A branding é a antiga Squad Criativo, o negócio que sempre trabalhei e foi crescendo desde 2012, quando comecei a trabalhar de fato com mídias sociais e design. Surgiu da necessidade de renda extra + vontade de criar coisas incríveis + interesse de pessoas que me conheciam e sabiam o que eu podia oferecer. A branding teve um crescimento 100% orgânico, por indicações, pessoas me encontravam e isso é muito incrível.

Qual é o momento em que você se sente mais realizada e tem aquela convicção de que tomou o caminho certo?
Quando eu vejo as pessoas de braços cruzados em lojas de departamento esperando um cliente entrar na loja, quando vejo pessoas esperando loucamente pela sexta e morrendo quando chega segunda-feira. Quando eu saio no meio da tarde para fazer a unha ou quando eu posso dormir até mais tarde. São escolhas, quando vejo que eu tenho escolhas, que posso escolher acordar mais cedo para sair a noite, que posso escolher dormir mais uma hora e trabalhar até mais tarde, quando não preciso bater o ponto para almoçar. Quando vejo de fora essas minhas escolhas livres, eu sei que tomei o caminho certo. Quando me vejo trabalhando com algo que não me faz contar as horas, que não me faz querer ir embora, isso é a mais absoluta certeza.
Pra você, o maior benefício e a maior dificuldade do seu trabalho?
O maior benefício é poder fazer algo que amo de fato e poder tirar dele coisas que me suprem que é estar sempre conectada, sempre antenada e criando coisas novas. A maior dificuldade ainda é ser todos os setores - atendimento - administrativo - fotos - criação - planejamento - copywriter - design - mídias sociais - branding entre outros. Abraçar todos os setores é a parte mais complicada porque você precisa ser incrível em tudo, se não desmorona. Mas nada que não possa ser mudado.
Um conselho de amiga para as garotas que estão começando a viver o empreendedorismo?
Não desista por nada, pense que todos os momentos difíceis são uma fase para chegar aonde você quer e o principal: não faça nada porque está dando certo para outra pessoa, faça o que se conecta com você.
Lendo as respostas da Camila encontrei MUITO de quem eu sou. Acredito que todas as pessoas que possuem a coragem de sair do comum, da zona de conforto, para arriscar viver do que ama e faz bem, vão se identificar com tudo isso. Cá, obrigada pela atenção e disposição de responder essas perguntas e obrigada pelo trabalho incrível que você exerce, você gera inspiração e empoderamento. <3
Não deixe de conhecer o trabalho dela nas redes sociais, e deixe um comentário aqui sobre a entrevista e sugestões para as próximas.

Nenhum comentário

Postar um comentário