segunda-feira, 3 de abril de 2017

Lindamente Indescritível

Gostaria de tentar te descrever.
O seu caráter, sua personalidade, sua obediência, 
se fazendo servo e homem, sendo Rei.
Não precisava estar aqui, esteve.
Trabalhou a vida toda com pregos e madeiras, 
sabendo que seria pregado até derramar sua última gota de sangue.
Não teve medo. Confiou.
A sua confiança no Pai, dá-me Teu caráter.

O amor que me passas e me mostras, é tão sublime e imensurável. 
Sua mente, sua alma, seu intelecto, seu Eu.
Sublime !

Mostras quem És, Filho de Deus, Vivo!
Não tenho palavras por teu sacrifício, jamais terei.
Como gratidão me entrego a Ti, mas ainda é pouco.
Morreu de amor por mim, venceu a morte por mim,
foi capaz de quebrar as barreiras da única certeza que existia, a morte. 
E ela não existe mais para nós.
Para liberdade, nos libertou.
Para dar vida, ressuscitou.

Não tenho palavras, Espírito Santo, por teu agir.
Onde chegas, tudo se transforma.
Teu perfume é doce e ardente ao mesmo tempo.
Forte.
Não é possível se conter.
Por onde passas, deixas marcas.
Marcas de amor. Apagas a dor. 
Transforma feridas em canteiros de flor, 
pra que todos vejam teu florescer em mim.
Cura para curar. Transforma para transformar. 
Empondera, vivifica, refaz.
Amor, alegria, paz;
Paciência, amabilidade, bondade;
mansidão, domínio próprio e fidelidade.
Contra essas coisas não há lei.

Que amor é esse? Que amor é esse? O que é isso?
Tão sobrenatural, que o natural já não existe nem faz falta.
Tão profundo !
Já ansiamos por sua volta, por nosso lar.
Já não há mais medo. Dor ? Tristeza ? Morte? 
Nada disso nos pertence mais.
A eternidade desconhece essas coisas tolas. Passageiras são.
E eu sou da eternidade. 
Eu nasci para o Teu abraço, para Te conhecer e Te pertencer.
Antes mesmo de nascer, eu já era Tua. 
Quero Teu colo, Abba, para sempre.

Quero que todos experimentem Seu amor, sua glória, seu poder. 
Seu poder ! Que poder ! 
Eu queria apenas, escrevendo, expressar, meu Deus, um pouco do que Tu És, mas não é possível.
Eu queria descrever um pouco do que sinto, mas sei, que ainda Te conhecerei muito mais.
Sei que ainda verei muito mais.
Leva-me até o nível mais alto.
Eu queria Te descrever um pouco.
Não criaram palavras suficientes para te definir.
E não há palavras que definam alguns sentimentos.
Algumas coisas não são definíveis, descritíveis, apenas possíveis de sentir.
Assim Tu És, Yeshua.
Indescritível. Tu És lindamente indescritível. 







Nenhum comentário:

Postar um comentário