segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Só vive por inteiro quem não tem medo de sentir

Eu tenho essa mania.

Sim, eu sei que existe muita gente ruim, mas tenho a mania de achar que todo mundo pode mudar, de achar que todo mundo é capaz de superar as minhas expectativas, de achar que todo mundo tem um lado bom maior do que o lado ruim, eu tenho mania de ver bondade em gente que só tem maldade. Talvez seja inocência, não sei qual palavra define isso, mas é uma mania quem vem juntamente com a decepção e frustração, de, após apostar todas as minhas fichas, saber que me enganei de novo, que nem todo mundo tem esse lado bom disponível,

Eu sempre me decepciono com isso, mas depois me esqueço. Vejo alguém que eu já conheço o lado ruim, mas acredito novamente que essa pessoa pode mostrar um lado melhor, e de novo a gente aposta tudo, mas sempre com um pé atrás, porque depois de tantas frustrações, ninguém confia totalmente. Mas mesmo sem confiar totalmente, de certa forma eu acredito, e continuo com essa mania de acreditar, e de novo eu me decepciono, e de novo, e de novo, e outra vez.

Não dói tanto mais. Com o tempo a gente cria uma certa "anestesia", a gente se acostuma com essas situações. Mas é ruim sim.

O que acontece é que eu faço parte de uma pequena porcentagem de pessoas que não mentem sentimentos. Que não vestem armaduras. Que sentem e expressam. Que não são covardes. Que são intensas em tudo. Que não escondem seu coração atrás de uma armadura de gelo que nem sequer existe. Nosso coração foi feito para amar, pra sentir, pra ir, pra apostar, pra não dar pra trás, pra viver, pra insistir, pra doer, pra bater forte, sem medo. Faço parte daqueles que não tem medo de sentir. E lá vou eu, se um sentimento me é despertado, e se existe 1% de possibilidade eu me jogo, eu tento, eu insisto, e não perco essa minha mania de acreditar que as pessoas podem responder as minhas expetativas. Acho muita covardia e infantilidade pessoas que só querem despertar sentimentos e não assumir suas responsabilidade por ele. E sim, eu sei que essas pessoas existem, mas eu tenho certeza que os papeis se invertem também, Eu acredito intensamente na lei do retorno, e sei que um dia essas pessoas vão crescer e procurar um amor, e talvez não o achem, porque perderam ele pelo caminho, ignorando cada coisa bonita que ele trouxe. E quanto a nós? Bom, nós seguimos acreditando, seguimos com essa nossa mania nobre de ter fé nas pessoas e no amor, seguimos transbordando, até acharmos alguém tão intenso quanto, tão corajoso quanto, alguém que tenha espaço pra todas essas coisas boas que a gente carrega, alguém que tenha sorte.

 Hoje eu vejo que sentir não é pra qualquer um, que é só pra quem tem coragem. Sentir e assumir seus sentimentos não é coisa pra pessoas covardes e medrosas, nem pra pessoas infantis e passageiras. É coisa pra gente corajosa, adulta emocionalmente, e permanente.

Só pedimos uma coisa. Se você não for capaz, não desperte sentimentos. E se você é dessa pequena porcentagem de pessoas incríveis que acreditam nas pessoas, que se decepciona mas não deixa de sentir e de viver seus sentimentos, sempre se lembre o quanto corajoso você é, o quanto especial e raro você é, e tenha a certeza absoluta, acredite mais fortemente ainda, que toda a sua recompensa virá, continue acreditando no amor, porque o amor acredita em você. "Só vive por inteiro aqueles que não tem medo de sentir" Se permita, e não deixe que ninguém tire de você tudo isso que você é. Continue acreditando, sentindo, assumindo e florescendo. <3

Um comentário: