O que você leva de 2016?

A vida é um constante aprendizado. Por mais clichê que seja essa frase, é super real.

Eu tenho algo muito forte em mim que eu chamo de Resiliência. É aquele "dom" de sempre aprender algo com as situações ruins, e eu acho que se quisermos viver bem, e viver de verdade, se quisermos acertar em algo, devemos sempre lembrar que nós erramos, que os outros erram conosco, e que existem situações ruins que simplesmente não tem um porquê, e a única coisa boa que podemos tirar dessas circunstâncias é o aprendizado, porque esse sim, levamos para toda a vida.

Você aprendeu o que com os momentos desse ano ?

Bom, eu aprendi que tudo passa. Os momentos bons e ruins também. E depende muito de nós mesmos como vamos passar por eles, como vamos aproveitar, desfrutar, e o que iremos levar de cada situação, porque elas passam, mas podemos tirar coisas que vão durar para sempre, e cabe a nós escolher o que. Qual bagagem você quer levar? As vezes até mesmo algo que te prendeu, pode te impulsionar para frente, depende de você.

Aprendi que não devemos ter medo de errar, não devemos ter medo do próprio medo. A coragem enfrenta tudo, sempre iremos precisar dela, e se quisermos chegar até o final das nossas histórias com sucesso, ela será sempre necessária, mas o medo não. Ele sempre vai aparecer, mas podemos silenciar ele sempre, já que ele é um obstáculo que impede nossa continuidade.

Aprendi que nossa história é constituída de todos os tipos de situações, e por mais "bons" que sejamos, as coisas ruins também vão acontecer. Aproveite cada uma delas. São riquíssimas em aprendizado, conhecimento, autoconhecimento, experiências das quais os momentos bons não podem nos proporcionar.

Aprendi que não existe felicidade absoluta enquanto estivermos aqui. Ninguém, por mais feliz que seja nas redes sociais ou na rua, é realmente tão feliz sempre. Todos temos dias de luta e dias de glória. TODOS. Não se compare com ninguém. Sua história é só sua, e só você pode tecer.

Aprendi que amigos a gente conta nos dedos. Ilusão é quem pensa que tem amigos demais.

Aprendi que família é o bem mais importante que temos e teremos, sempre e sempre. Passei a visitar meus avós pelo menos uma vez por semana, e isso fez toda a diferença na vida deles e na minha.

Aprendi que quando julgamos algo ou alguém, vamos passar por aquela situação. Sempre que você julga o outro por algo, você vai cair no mesmo erro dele, de uma forma ou de outra, vai passar pela mesma situação, e então sentir na pele, e conhecer o que o outro passou. Não julgue. Se treine para não julgar ninguém.

Entendi porque o maior mandamento de Deus é amar a Ele sobretudo e amar o próximo como a nós mesmos. Quando amamos à Ele, conseguimos obedecer todos os seus extraordinários e ao mesmo tempo simples mandamentos. Somos bem sucedidos em nossa caminhada. Somos salvos. Somos íntimos de Deus.
E quando amamos o outro como a nós mesmos, recebemos de volta amor. Somos reconhecidos pela nossa forma de amar. Somos lembrados, somos queridos, somos amados também. É um ciclo vicioso e incrível. É a base da vida, e a fórmula para aprender o que é realmente viver. O mundo seria um paraíso se todos conseguissem realizar esse mandamento.

E aprendi a ser feliz. Aprendi que a felicidade está nas coisinhas. Nas mais pequenas e simples. Que a felicidade é se desacostumar do que já estamos acostumados, e ser feliz com o que somos e temos, e ver como é incrível tudo o que temos aqui e agora.

Aprendia a enfrentar, a ir, a driblar o medo. a escolher, a levantar, a levantar os outros, a dar valor ao que realmente importa, a dizer "não", a não ter vergonha da própria história, a confiar. a amar. E a maioria dessas coisas, aprendi em momentos complicados. Principalmente, a sorrir durante eles.

Só cada um de nós sabe o que realmente viveu durante todo esse ano, e durante toda a vida até aqui. Que tenhamos autonomia e coragem pra mudar mais coisas, para melhorar e aperfeiçoar. Que tenhamos força para sempre se reerguer e ajudar outros a se erguerem. Que tenhamos Deus como prioridade, nossa família e nossos verdadeiros amigos sempre juntos. Que saibamos sempre ver a felicidade nas coisas mais simples e corriqueiras. Assim seremos felizes cada vez mais, teremos sempre o que almejamos, e conseguiremos alcançar mais lugares, passar pelas pedras, até chegar lá.
Feliz 2017 ! Que ele seja como você deseja. Que haja paz, bem e luz. Não desista dos seus sonhos, se impulsione para realiza-los agora, e contá-los no final do ano que vem vindo. Boa sorte <3

Resultado de imagem para ano novo tumblr

Para todos os ansiosos - vai ficar tudo bem.

Resultado de imagem para no barco tumblr

Bom, eu nunca cheguei chegando com esse tema aqui haha mas já está na hora.

Em 2015 eu comecei a ter crises de ansiedade, mas levei um tempo até descobrir que era ansiedade, e não algum problema do meu corpo.
Quando eu descobri, me empenhei para fazer o melhor por mim mesma, me empenhei a melhorar, a buscar o controle, a me conhecer verdadeiramente. Porque você não conhece o poder da sua mente, até ter algum problema com ela. 

Eu sempre tive muita fé de que tudo passaria, e de que tudo isso resultaria em aprendizado e eu poderia ajudar outras pessoas que passam por isso. E aqui estou eu.

Com a ansiedade eu sofri sim, não nego que ainda sofro. Existem dias que são mais difíceis, mas a gente aprende a se controlar, aprende que a distinguir o que é real e o que é fruto da nossa imaginação. Aprende a diferenciar o que é do corpo e o que é da mente. Aprende a ser forte. Aprende a mandar a mente "calar a boca" as vezes. Aprende a se distrair, e um dos maiores aprendizados que eu tive foi ser feliz, e aprendi que a felicidade não está em coisas grandes, mas principalmente nas pequenas, nas menores, nas que nos acostumados e que se passam despercebidas todos os dias. 

Ter ansiedade é aprender todos os dias com sua mente e seu corpo. É ter uma rédea e ficar sempre mostrando pra si mesmo por onde ir. As crises não duram para sempre. Você aprende a se defender de sí mesmo sem ter que ficar brigando com a sua mente. Você aprende a ignorar-se. Você aprende a conversar consigo mesmo francamente. Aprende que não precisa pegar o peso dos outros (nem deve). Aprende que não precisa dizer sim pra todo mundo. Aprende que também é um ser humano, que pode ficar bravo, irritado, triste, chato, sozinho, e não aprovar tudo. Você aprende a se cuidar. A se amar com todos os seus defeitinhos. Aprende a se ouvir. Até que você aprende a se controlar. e também entende que quando quiser "dar a louca" pode também.  

Eu não tomo medicamentos para a ansiedade. Mas se pra você é necessário e te faz bem, tome. 
Optei por lutar eu mesma por eu mesma. Faço terapia e indico para todas as pessoas. Na terapia você aprende a se conhecer, a racionalizar as coisas, a ser mais razão do que emoção, e isso é essencial para o ansioso. Tomo remédios naturais quando sinto que estou muito nervosa. E aprendi a me distrair, a conhecer o que me acalma e por em prática. Aprendi que as vezes assistir um filme, um vídeo, mexer na terra, tomar um chá e conversar com alguém sobre assuntos bobos me acalma demais e me ajuda a ignorar pensamentos ruins. Estou aprendendo comigo mesma e não deixo a ansiedade me impedir de fazer o que eu gosto. Sei falar não e não faço algo ruim pra mim para agradar outros. E aprendo todos os dias comigo mesma. 

Eu pra não ficar só em minhas palavras, eu trouxe o depoimento da Mary, que também tem vencido a ansiedade. 

"Minha história com a ansiedade, começou muito recente na verdade. Em 2014 sofri uma pane elétrica em um dos vôos que peguei voltando para o Brasil. Voamos cerca que duas horas no escuro e tivemos que fazer uma parada de emergência em Portugal com quase certeza de que não iríamos chegar. Foi a primeira vez que percebi que estava tão assustada que não conseguia controlar meu desespero, o problema é que depois que o episódio passou o desespero continuou lá. Eu me sentia aflita em fazer qualquer coisa, me sentia assustada em fazer qualquer coisa. Falar em publico que era algo tão normal, começou a virar um desespero e quando me dei conta estava completamente presa em crises de ansiedade e pânico. Fui procurar uma psiquiatra a pedidos da família e amigos, ela me receitou alguns remédios dos quais fiz uso por quase seis meses. Todos tarja preta ou vermelha, coisa que já me fazia sentir muito pior do que a sensação da ansiedade. Se eu te indico remédios? Não. Remédios são bons em crises não controláveis, como minha ansiedade juntava a crise de pânico, algumas vezes ficava bem feia. Porém, nosso corpo não é burro e quando percebe que “outra coisa” está cuidando de manter as coisas bem, ele para de se esforçar. Quando me vi presa aquelas capsulas de remédio, foi a minha gota d'água. Eu tinha que dar um jeito sem aquilo ou teria que passar o resto da vida daquele jeito.’ Deixei por uma semana de tomar. Decidi que deveria achar coisas que me acalmassem mesmo em momentos em que me sentisse muito ansiosa. Fiz uma grande lista de coisas que eu costumava fazer e que me faziam feliz, mais calma. Fui até coisas da minha infância, por que geralmente isso me remetia a uma “calma nostálgica”, entende? Descobri que no fim da noite tomar uma xícara de chá conseguia me relaxar o suficiente para que eu não demorasse a dormir - e assim não ficasse revirando e atormentando meu cérebro com coisas do dia seguinte. Percebi que gostava muito de desenhar, colorir, tinta… desde então dedico um pouco do meu dia a fazer qualquer uma dessas coisas e carrego comigo sempre papel e caneta. Quando sinto que estou prestes a explodir, coloco meus filmes favoritos pra rodar, escuto música alta… como chocolate. Chocolate faz com que você perca aquela “ansiedade” que chega a queimar no estômago. A conclusão é que nos últimos dois anos as vezes tenho decaídas, mas nada perto ou próximo do que tinha com os remédios. Minha terapia é ter um tempo para mim e me entender comigo mesma. Olhar para uma crise de ansiedade e dizer “Ta tudo bem, não tem nada para se preocupar.” Ajudar os outros também faz com que eu me ocupe com outros problemas, deixando os meus de lado… e isso faz bem para ambos! Minha dica para melhorar: É que não importa o quão difícil seja, você deve dar o primeiro passo e acreditar que SOZINHA pode controlar aquilo que hoje te controla."

Eu espero que esses depoimentos tenham te ajudado. 
Que você saiba que vai ficar tudo bem sim. E acredite sempre, SEMPRE, que toda situação difícil não é necessariamente ruim, e pode te ensinar e te mostrar muitas coisas boas. "Mar calmo nunca fez bom marinheiro" <3

Trem Bala

Você já ouvi aquela música "Trem Bala"? Se não ouviu, clica no nome e ouça antes de ler.

Eu estava ouvindo ela repetidamente na minha cabeça, e pensei que seria fácil resumir essa canção em uma frase: Viver Intensamente.
Então comecei a pensar, o que é viver intensamente ? O que é viver uma vida bem vivida?

Será que é sair, beber todas numa noite e no outro dia não se lembrar de absolutamente nada e ainda passar mal? Ou, pela lógica, seria passar a noite com quem você ama, tomando um bom vinho, contando histórias, com seus amigos verdadeiros, família, comer o que mais gosta e fazer a noite ser memorável para sempre?

Será que viver intensamente é se jogar no trabalho pra ganhar cada vez mais dinheiro e gastar com coisas fúteis, se esquecendo de todo o resto ou seria trabalhar por amor (e claro, pelo seu sustento), e agradecer quando chegar sua folga, mas ser plenamente feliz na segunda feira por fazer o que mais se ama ?

Será que viver intensamente é entregar seu coração á qualquer pessoa, e assim ter mais pessoas do que é capaz de contar, e consequentemente, mais decepções do que é capaz de contar ? Ou será que é construir uma vida e uma história só, com alguém que também quer construir uma história, somar e acrescentar coisas boas em sua vida aqui ? 

Será que é deixar de cantar por ser desafinado, ou cantar bem alto, ainda que sem saber a letra e mostrar ao mundo e a você mesmo a sua felicidade ?

Será que é não cumprimentar alguém por medo de não te cumprimentarem de volta ? Ou será que é abraçar o porteiro, o faxineiro, a vizinha, e sorrir pra quem passar por você ?

Será que é se fechar totalmente para não se decepcionar, ou ter um monte de gente morando no seu coração e residir em muitos outros bons corações? 

Será que viver intensamente é aceitar tudo e viver sem regras como tem acontecido atualmente ? Ou descobrir a certeza, a verdade, e ter a coragem de seguir um caminho reto e contínuo até chegar no seu objetivo ?

Tem gente que acha que vive intensamente por tomar vários porres, por ir em todas as boates com pessoas que pouco conhecem, por ser popular em uma rede social, por ser liberal, por não ter regras. 
Mas eu te conto, viver intensamente é ficar lúcido e encarar todas as situações e ainda tirar aprendizados das condições ruins.Vive intensamente quem até aparece nas redes sociais, mas é popular na boca dos pais e dos verdadeiros amigos, por ser alguém especial de verdade.
Quem não aceita tudo, mas escolhe o que é real e digno, e que faz bem a longo prazo.
Vive intensamente quem tem a ousadia de escolher uma direção, apontar e remar, independe das ondas. 
Quem vive com fé e de fé, com a disciplina, a fortaleza e o prazer de descobrir e de obedecer as verdadeiras leis.
Quem cai, mas levanta e ainda ajuda outros a se levantarem.
POUCOS sabem o que é, poucos conseguem viver.
MUITOS perderam a essência, e se encontram hoje perdidos, por não saber viver e não ter princípios e objetivos, por não saber pra que serve seu tempo aqui.

Abrace sua família. Selecione seus amigos. Ame. Sorria. Cante. Dance sem plateia. Acredite. Sonhe. Faça realizar. Coma. Corra. Mergulhe. Dê o seu melhor. Derrame bondade. Ajude. Beije na testa. Leia. Ore. Busque. Creia. E principalmente, encontre O Autor da vida, aquEle que fez tudo isso, aquele que te deu origem, e encontre o real sentido e prazer de viver intensamente. 

Não se engane, nem perca tempo. A felicidade está nas coisas mais simples. Como diz a música, a vida é trem-bala, e nos somos passageiros prestes a partir. 
E como também diz outra música que eu gosto muito "essa vida é o ensaio de uma vida eterna"
Mais importante do que escolher onde vai passar seu Natal ou Ano novo, e fazer sua listinha de metas do próximo ano, é saber onde vai passar sua eternidade, e viver sempre intensamente, convicto do seu objetivo e de onde você vai chegar. VIVA!

Resultado de imagem para viver tumblr


O Seu amor

Já faz um tempo que eu tenho sido confrontada pelo "ame o teu próximo como a ti mesmo"
Primeiro que, para amar o próximo, você tem que se amar, se cuidar, se preservar e se proteger e isso significa ter o amor de Cristo por você, dentro de você, para então poder dar aos outros. 

Segundo que, esse mandamento parece ser o mais simples de cumprir, e é o maior, mas só é simples na teoria, porque na prática Deus tem me ensinado o que isso realmente é.

Quando dizemos "amo meu próximo", pensamos nas pessoas fáceis de amar, em nossa família, amigos queridos, pessoas boas, aqueles que partilham a mesma fé que a nossa, mas não são neles que consiste esse mandamento, claro que temos que amá-los, mas esse mandamento é muito mais profundo do que isso.

O mandamento de amar os outros, que Jesus nos pediu, é quando alguém nos decepciona, nos entristece, nos magoa, nos maltrata, mas nós temos que demonstrar o amor de Deus mesmo assim, porque essa pessoa precisa dele.

É quando alguém pensa diferente de você e faz totalmente o contrário do que você acha certo, quando já cometeu todos os erros possíveis, precisamos amar mesmo assim.

Mas pra isso, precisamos buscar dia após dia o amor de Deus, porque só podemos dar o que temos, e só podemos dar esse amor se tivermos abundantemente dentro de nós.

E quando pensamos nisso, lembramos do amor de Deus por nós, imagino como seja pra Ele me amar, cheia de defeitos, fraquezas, medos, as vezes deixando tantas outras coisas tomar o lugar dEle em minha vida, mas mesmo assim, Ele segue me amando. 

E é esse tipo de sentimento que devemos ter por cada um, mas principalmente por Deus, porque se queimarmos de amor por Ele, conseguiremos amar o outro, seja ele quem for.
O maior mandamento não é mais simples mas é o mais bonito e o mais necessário, imagina como seria o mundo se a gente conseguisse sempre amar como Jesus ama ? 
As rosas são lindas, mas sempre tem um espinho que pode nos machucar. 
Nessa busca por cumprir o mandamento dEle e amar como Ele ama podemos nos machucar, podemos nos ferir, mas com certeza o final será extraordinário, e nossa missão será perfeitamente cumprida.  Nos ajuda, Senhor, a amar como Tu amas, e a não desistir de derramar amor, apesar de tantas vezes ele ser recusado, maltratado ou ser tão difícil de ser conquistado. Nos ajuda  a lembrar que o amor não é em formato de coração, e sim no formato de uma cruz, e que o amor real não foi representado por um buquê de flores, mas por um cruz pesada e dolorosa, mas que acabou na única ressureição, e no mais belo exemplo de amor, força, bondade, obediência e coragem. 


Resultado de imagem para rosa com espinhos tumblr