sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Se eu fosse te dizer tudo o que eu gostaria

   Todas as noites eu penso em te escrever, abro sua janela do WhatsApp, passo um longo tempo olhando sua foto. Lembro de cada instante nosso, do brilho dos teus olhos, penso em quais intenções haviam por trás deles. Penso no seu sorriso, tão memorável, tão largo e atraente. Lembro do calor do teu toque, e de cada abraço, parece que consigo ouvir de novo, por um instante, as batidas do seu coração, e penso como aquilo me fazia feliz, e me fazia sonhar com um futuro incerto, mas tão propício. Doce ilusão, né ?
   Fico pensando no que dizer, qual assunto puxar, por onde começar, mas são tantas as coisas que eu gostaria de te dizer que sempre fico quieta, deixo o silêncio continuar gritando por mim.
   Penso que, se você quisesse falar comigo já teria vindo, sei que não é tão orgulhoso assim, mas mesmo não sendo recíproco o que sinto, sou guiada por uma vontade enorme de transbordar, de colocar para fora toda essa imensidão de sentimentos que estão presos aqui dentro.
   Pra você, provavelmente não faria sentido algum, mas será que você gostaria de saber ? Ou será que tanto faz ? Pra mim, realmente, tanto faz. Não tenho esperança alguma de ser reconhecida pelo o que sinto, apenas sinto, e a cada dia fica mais fácil sentir, mas a cada dia tenho mais pena de ter que me desfazer de um afeto tão bonito, que me afetou de um jeito tão sereno, que trouxe tempestade e maré calma, que trouxe mentira e verdade, admiração e decepção, em curto espaço de tempo cronológico, mas em uma eternidade sentimental.
   Aprendi muito com você, de uma forma não tão bonita quanto eu gostaria, e também percebi que você ainda tem muito o que aprender com a vida, e ela vai te ensinar muita coisa, e também de formas não tão bonitas quanto você gostaria. Mas é exatamente assim que tem que ser, é um efeito dominó.
   Se eu resumidamente fosse te dizer tudo o que eu gostaria, eu diria:

- Que pena!

Que pena que você não soube enxergar a oportunidade que ter alguém de verdade.
Que pena que você não souber ser "gente grande" quando deveria ter sido.
Que pena que no momento exato onde a vida te desafiou a ter maturidade, sua meninice sobressaiu.
Que pena que você perdeu uma quantidade exorbitante de sentimentos bons que alguém tinha pra te dar.
E você nem viu, que a sorte te sorriu, e com um sorriso tão lindo assim, você poderia ter sorrido lindamente de volta, mas, que pena, amor !
Sigo com a frase "ela não se desespera, nem chora, quem perde é quem vai embora". Acredito cada dia mais nisso.
Como eu sempre digo, ninguém perde por sentir demais, perde quem não sabe receber todos os sentimentos bons que temos pra entregar. E vamos acumulando, até encontrar a pessoa de sorte que saberá receber e nos retornar todos os sentimentos realmente lindos e serenos que carregamos conosco.
Todas as noites eu penso em te escrever, mas o dia vem, e me mostra que quem perdeu não fui eu, então eu sorrio novamente, me visto com meu amor próprio, e lembro que foi você quem perdeu uma grande chance, que pena, mas que pena pra você.



Um comentário:

  1. Muito bom! Amei <3

    http://agridocespensamentos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir